SUS --- DORMIR NO INCOR! V


Ao lado da cama do papai, havia um homem que se cobriu inteirinho. Não via nem sua cabeça.
Fiquei prestando atenção se ele respirava. Ninguém durante o tempo todo que estive por lá, foi vê-lo. Aquilo estava me deixando aflita.

Eram quatro horas da manhã, ele se levanta devagar... Um moço jovem, magrinho e alto, sai da cama meio zonzo com a calça do hospital, sem estar amarrada na cintura, e percebo enorme dificuldade nele em se arrumar. Até que conseguiu pegar a calça, colocar no lugar e andou com extrema dificuldade até o banheiro. Voltou logo, deitou novamente e dormiu.

Este rapaz, passou por várias enfermeiras que desviaram dele. Eu o acompanhei com os olhos, estava vendo a hora que ia para o chão. Ninguém o amparou.

Quando o plantão estava para ser entregue a outra turma, veio o médico falar com ele, que verdade seja dita, trabalhou a noite inteira nos casos mais sérios lá no fundo, lado oposto a mim, mas pude ver a distância. O Dr. o acordou chamando-o pelo nome, deu o remédio a ele, perguntou se sentia melhor, avisou sobre a troca do plantão e se despediu dele.

O rapaz se cobriu novamente, e continuou a dormir. Imagino que esperava internação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Entrevista com Sérgio Viotti

Dr. Luis Fernando Aguiar - Ginecologista diz....