Meu Pai e a Velhice


Só sabemos oque é ser mãe quando temos o nosso filho.
E nesse primeiro momento do nascimento, sem mesmo termos pegado nosso bebê no colo, além daquele instante dentro da sala de parto, já sentimos o pulo que nosso coração pode dar e quanto é grande a capacidade que temos em amar nosso rebento.
Se o médico entrar no quarto e disser que a criança tem alguma coisa de anormal e que estão fazendo exames, a gente quase morre, a coluna amolece e, no entanto, o médico não disse nada demais, nós é que ouvimos a coisa errada e já imaginamos o pior. Os pais não querem jamais ver um filho morrer.
A vida é vivida e sempre digo que Deus não faz nenhuma rua de mão única. Todas as vias dele, tem ida e volta. Voce é criado pelos seus pais e depois , mais tarde, voce cuida dos seus pais. E esse momento é muito difícil.
Bom mesmo é vê-los com saúde e aproveitando a vida. Péssimo é ver seu pai ou sua mãe apagando a luz devagarinho como se estivesse acabando o gás da sua vida.
Assim estou vendo meu pai. Ele tem 85 anos, está com demência ou Auzheimer, sei lá. Hoje em dia, todos os idosos que não alinhavam uma frase, estão com esta doença do alemão.
Tentamos, aqui em casa, cuidar dele por um tempinho. Desde que se separou de minha mãe, morou sozinho. Até que percebemos que não dava mais para ele se aguentar e como um tornado, ele está vindo a cada dia, pior.
Ainda reconhece as pessoas como filhos, sua ex mulher, mas logo depois, não alinhava uma frase lógica. Emagreceu muito. Fala vez por outra do passado, do seu carro, que vai ter que viajar, e logo depois fica absorto e esquece que o mundo existe.
Hoje em dia não pede para ficarmos mais com ele.
Deixamos papai numa clínica.
Foi difícil a decisão, mas para ele, foi o lugar onde ele mais se encontrou últimamente.
Para mim, ainda é coisa muito doída.
Minha mãe tem estado sempre lá, e saímos de uma visita muito sensibilizados.
Perder um filho, pode ser terrível, mas perder o pai, é perder talvez parte da sua referência, da sua alegria, do seu aprendizado, da sua história, do seu amor, das lembranças e nesse lugar parece entrar a tristeza, embora saibamos que a vida continua. Mas a tristeza fica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Entrevista com Sérgio Viotti

Saturno, também na malha de Gianlucavacchi!