Pular para o conteúdo principal

Ameaça e Sexo Virtual


Ainda ouço coisas que quero não acreditar que elas existam.
Um amigo conta que uma colega virtual resolveu "fazer amor" pela webcam com um desconhecido dela. Assim acontece na maioria das vezes, essas histórias são comuns depois deste invento.

Há também os que fazem amor virtual, quando estão em cidades distantes, mas que têm uma vida juntos. Normal, tudo normal, desde que se tenha consciência dos riscos que correm.

No primeiro caso, trata se de pessoas que não se conhecem, portanto há um risco imenso de printarem suas imagens e mais tarde, podem surgir no orkut, num site qualquer, ou ainda serem enviadas por e-mail para um amigo, que por sua vez encaminha para outro, e outro e a rede está formada.

Interessante é que há a "persuasão" também virtual, e as ingênuas que se prestam a tanta coisa, acabam caindo na rede dos malandros que se dizem apaixonados, interessados, fiéis, etc.

Nada disto existe. A mulher tem que deixar de ser idiota, e de se comportar como se tivesse 14 anos diante de um homem que diz que ela é bonita - e ela acredita! Quando ele "mandar" que você abra a web, se NEGUE a isto. Ou se fizer a besteira de abrir, que arque você INGÊNUA com as consequências.

Muitos casamentos e relacionamentos já acabaram em função de atos impensados.
Nada disto vale a pena. Um homem é bom quando se tem por perto, quando se pode compartilhar uma vida, emoções, cheiro, prazeres, amor!

Não sou contra nada que este veículo oferece, mas sou contra aqueles que se prestam a "sacanear" os outros.

Para você que ainda acredita que necessita de fortes emoções, se cuide.
Cuidado com suas mãos, elas são como identidade. Coloque uma luva.
Não mostre seu rosto.
Não envie a amigas, a sua transa NEM com seu MARIDO.
Não acredite que do outro lado há um homem que está louco por você.
Cuidado com o cenário.
Não se entregue para uma WEBCAM - você poderá estar entregue para a rede infinita que é feita por aqui.
Diga não! E aprenda que - é preferível fazer como recomenda Woody Allen- Faça amor com você mesmo.
Está aí a maneira mais segura de não se machucar.
NÃO SEJA IDIOTA!

Comentários

  1. Perfeita sua descrição sobre o sexo/amor virtual.Eu mesma já seduzi muitos homens e outras tantas mulheres pela web cam, afinal é o tesão que não conseguimos soltar na real e os sonhos que temos alimentando nossas vidas.mesmo assim corro o risco de o tornar a fazer com alguém (H ou M) que mexa comigo.
    Lady S

    ResponderExcluir
  2. Con boa tarde,eu também não tenho nada contra a,quem goste desse tipo de relacionamento,eu tou fora já olho,olho muitas vezes falha,imagina jogar, palavras para seduzir,qualquer um fala,você é linda,adoro mulheres como você!!!
    Con a veia já recebeu muitas cantadas, mas todas foram gongadas,e se for para fazer sexo ,pela webcan,vou num sexshop,e compro um torpedo,e vou pra luaaaaaaaaa!!!
    Cris

    ResponderExcluir
  3. Ai meu Deus! Vocês são terríveis, adorei essa de torpedo no sexyshop rsrsr E o anônimo/a falou muita coisas interessantes tb. Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. o homem sente mais prazer em ver revistas de mulher pelada, transar virtualmente, mas creio que a mulher nao e tanto assim, eu ja fiz varios caras gozar pela net, mas nao vi graça nenhuma achei a coisa mais idiota, o legal mesmo, e poder pegar, chupar, passar a mao, virar do avesso, enfim fazer tudo o que se tem direito, mas carne com carne, eu prefiro assim,
    porem cada um tem sua tara,

    beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Estou indignada por ler matérias em jornais e revistas onde jornalistas e médicos escrevem a respeito da pílula anticoncepcional como sendo o meio mais seguro de se evitar filhos, porém...

Nos programas de rádio e TV, a mesma coisa acontece. O que eles não abordam jamais, é o perigo que a pílula anticoncepcional causa para a mulher. (E nem todos os médicos tem essa preocupação com sua paciente).

Ainda hoje, dia 8 de Setembro li no caderno Folhateen - da Folha de S. Paulo, matéria de Jairo Bouer em sua coluna - SEXO E SAÚDE, onde ele aconselha como forma segura para se evitar a gravidez indesejada, o uso da pílula, e ainda escreve que, - menos de 20% delas são adeptas a isto, pedindo que se repense no caso, induzindo a mulher a usar a pílula.

Muito bem. O que as pessoas não sabem e não interessa dizer, é que a pílula e a reposição hormonal podem causar na mulher graves problemas como a TROMBOSE.

A trombose pode se transformar em uma EMBOLIA pulmonar conhecida como TEP - e isto pode matar…

Cozinhando com a faca na mão

Que coisa mais linda ver as crianças participando da vida como se fossem fazer suas próprias coisas, como a sua comidinha, ou arrumar seus deveres e sua caminha e coisas do  dia a dia. 
Lamento o fato de não termos alguns costumes  como temos por exemplo no Japão. Ví dia desses um filme das sobrinhas de uma amiga que nasceram lá e desde muito cedo,  na escola, elas todas trabalham com facas e aprendem a cortar peixes e a fazerem seus pratos tradicionais, rebuscados ou não. Eles acreditam que é interessante saberem mexer com o perigo, como o instrumento faca,  ensinado-as como manipular.  


 Eles tem total razão

Entrevista com Sérgio Viotti

O Jornal Modus Vitae, em Maio de 2007, conversa com Sérgio Viotti, quando ele interpretou um personagem da peça “O dia em que raptaram o Papa”. Viotti foi “Alberto IV”, um papa que imaginou ser por algumas horas, um transeunte comum pelas ruas de Nova York, mas o taxista que o levaria para a aventura - anônimo, judeu, o reconheceu prontamente e o seqüestrou.

O desenrolar da peça teatral de grande sucesso, é uma comédia, e Sérgio Viotti é mais que um ator, ele é mesmo o Papa. Procuramos essa “santidade” do teatro nacional, próximo aos seus 80 anos, e descobrimos que o “Papa” é mesmo pop.

Foi mais ou menos assim que abro a entrevista com Viotti, no entanto, é preciso dizer aqui, que eu me emocionei demais com a peça. Na verdade, muita gente se emocionou. Há momentos de total silêncio do público, e respeito, tamanha figura que ele travestido de PAPA representou.

Assisti a peça, no dia da estréia, algumas pessoas foram entrevistadas na saída ainda tomadas pela emoção. A TV Gazeta vem em minh…