Parte da Família


No ano de 1964, meus pais, Aida e Roberto trazem a grande surpresa para nossa família, - a notícia da gravidez de minha mãe.
Veio em novembro, pertinho do Natal, o bebezinho de nome Ricardo, para deixar nossa casa com cheirinho de nenên.
Minha idade - 11 anos, tinha outro irmão mais velho, mas ele, só queria saber de rua, e eu ganhei minha boneca de verdade. O bebê foi a paixão da nossa vida. Uma alegria. Meu pais experientes e maduros, souberam curtir tudo isto com mais calma. Todos queriam ficar com o Ricardo que era a atração da casa. Rimos muito com ele.
Só acreditei que ele não era meu filho, quando aos 28 anos de idade, tive o meu de verdade e ainda tive a cara de pau de dizer para minha mãe, que "agora", depois do nascimento do meu filho, eu entendia que o Rico, apelido do Ricardo, não era o meu filho.
Mamãe pacientemente riu muito, mas mesmo assim, minha ligação com ele continuou por muitos e muitos anos, bastante forte.
Hoje em dia, temos a nossa vida, mas nunca brigamos ou nos desentedemos e basta olhar um para o outro para rirmos do nada! De tudo! E quando estamos juntos é só alegria.

Comentários

  1. Minha nossa Con, como você está cada dia mais parecida com sua mamis, mesmo olhar e traços. Eita genética forte viu!
    Linda postagem

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Entrevista com Sérgio Viotti

Dr. Luis Fernando Aguiar - Ginecologista diz....