ROBÔS COM SENTIMENTO, E HOMO SAPIENS...

Pois é. Ouvindo a rádio Bandeirantes quando voltava do aeroporto dia 13 de Setembro, entrou a voz de Inês de Castro, que fala sempre algo muito interessante para que possamos refletir. Desta vez foi hilário!

Ela começa dizendo que ouve frases da mulherada, e até de alguns homens que dizem o seguinte: "Meu umbigo ficou uns cinco centímetros mais alto do que era depois da minha plástica, mas não tem problema, pois quando estou vestida, minha barriga fica lindíssima, ninguém nota isso. Meus olhos mudaram um pouco da minha expressão, mas minhas rugas foram embora... " E me liguei no que ela dizia porque também percebo isto em algumas mulheres, mas, queria ver onde ela chegava com sua fala, e achei muito inteligente o rumo que tomou sua observação.

Então o comentário foi de que os médicos fazem o que as mulheres pedem, e chegam ao cúmulo de muitas vezes deformarem um rosto. Os dois se esquecem (por culpa principalmente da pessoa), de que para buscar a vaidade e a perfeição, eles batem de frente com a imperfeição. Essa gente se esquece, que o que vale mesmo, está dentro dela e não exatamente fora. Com estas "correções muitas vezes é preciso fazer os chamados "retoques" como um umbigo fora do lugar, um seio que fica completamente artificial e com os mamilos desalinhados, os olhos repuxados, e uma face completamente artificial.

Os médicos ( alguns que se prestam a isso ) se esquecem muitas vezes que embaixo daquela pele, existe um ser humano. Ao mesmo tempo, os cientístas e estudiosos da tecnologia, fazem robôs que substituem o "homem" , e a cada instante destes feitos e feiras que demosntram estas modernidades, eles tentam aproximar cada vez mais, os robôs dos "homens" de verdade, - a ponto de fazê-los chorar!

Coisa estranha que é o ser humano, não?

Hilário!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Entrevista com Sérgio Viotti

Dr. Luis Fernando Aguiar - Ginecologista diz....