Atendimento Público II


Depois de chamado lá para dentro, temos então o alívio de sermos atendidos e salvos. Ledo engano.

Muitas vezes, isto acontece depois de duas horas de espera, ou mais! Porém, quando pensamos que lá dentro nosso paciente será de pronto medicado, ele ainda pode ficar sentado numa cadeira de madeira ou plástico, sem nenhum conforto, de frente para todos os doentes infartando ou não, mas seriamente doentes, a espera ainda de ser medicado, por muito e muito tempo.

Alguns ficam durante 16 horas em uma cadeira de rodas sendo medicado. Não há macas e camas. Outros, deitados e "largados" em macas, onde as enfermeiras não fazem nada além de darem os remédios, falar com o paciente o necesssário, pedir para que o acompanhante fique do lado dele o tempo todo, e se não for assim, seu paciente pode passar grandes apuros. Não abandone seu doente pelo amor de Deus!

São assim os funcionários do hospital - por falta de vontade em primeiro lugar. Não têm alma de humanistas, se esqueceram o motivo de terem escolhido aquela profissão. Não têm cuidado, responsabilidade e nem tempo, que eles também não fazem questão de arrumar. E o mais sério de tudo isto. Não têm alguém responsável que tome conta do controle de atendimento dessa gente.

Apenas em caso de extrema emergência, eles colocam no paciente a "comadre" ou fazem a troca de fralda, ou socorrem num caso de pedirem para evacuar.

É lamentavel o atendimento pessoal dos enfermeiros do INCOR.

Comentários

  1. Pô amiga, pancada heim?
    Que o cara lá de cima abençoe vc e todos os seus.
    Em tempo, adorei os comentários que vc deixou no meu blog recém criado, graças a vc! (e que eu ainda estou aprendendo a usar).
    Você é uma fofa! Muito linda! Te amo

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, Con sei o que está passando no, Incor ai damos valor em termos saúde ,e dizem que é Hospital Modelo,mas passando da porta para dentro, e o mundo dos horrores pacientes em cadeira,sem tratamento,sem respeito ,eu passei com a minha sogra isso, sabe e depois,escutamos os politico falarem em saude, em primeiro lugar vamos ver se eles,visitam esse e outros hospitais,nessa hora eles são cegos, ou fingem é mais fácil afinal se um deles,adoecer entram pela porta principal,mas confio em Deus, só ele mesmo pra resolver tanta pouca vergonha!
    Juro Con, acredito que hoje exista biblia falsa.
    Acabou o médico clinico geral(entendia de tudo) hoje existe especialistas,que fazem mil exames e o diagnóstico;VIROSE !!!!!!!!
    BEIJOS CRIS

    ResponderExcluir
  3. Pois é Cris, o Hospital é modelo mesmo, mas depois que consiguimos uma vaga, ou entrar pela porta da frente, como vc bem disse.
    Lá nos andares, é tudo diferente,
    -temos ótimos especialistas, mas me refiro ao atendimento do Pronto Socorro.
    É uma lamentável termos a nossa gente tratada desta forma.
    Lembra da CPMF? Se tivessem levado um pouquinho dela para a saúde, teríamos 10 hospitais como o INCOR para atender a população, por esta razão mesma é que temos que esquecer esses caras que estão aí para serem votados e o grande lance, é anularmos nosso voto. Só assim, eles se tocam com a vida! Com a nossa vida, porque a deles, tá bem reservada com o que já fizeram de poupança no passado! ATENÇÃO!

    ResponderExcluir
  4. Sinto pelo que aconteceu a vc, minha mana e amiga.
    Sabe Con, nem estranho isso mais, estamos todos entrando na dita "normose" (termo usado pelos psiquiatras), estamos "normóticos" demais e, a cada dia que passa estamos ficando mais frios, quase um robô, sem carinho e cuidado com o próximo. Cadê os investimentos na saúde? Como vc bem disse. Vejo prefeitos de cidades do interior comprar ambulâncias, (superfaturadas) e "enfiam" seus enfermos nelas e para tirar o ônus dos municípios, o dinheiro da Saúde vai para lá, só que há os devidos "desvios", para depois subirem nos palanques e bradar em alto e bom som que fizeram muito pela saúde. Por esse motivo vc vîu as ante-salas superlotadas de doentes a serem atendidos. Diferentemente de vc Con, não vou anular meu voto, prefiro votar e tentar escolher um melhor candidato, observar seu histórico de vida, o currículo. Votar e depois cobrar, mandar e-mails, denunciar,fazer pressão, esse é o papel do cidadão. Assim como vc está fazendo,denunciando. Só assim conseguiremos fazer a diferença nesse País, não deixar que sejamos governados por políticos corruptos. Acredite no seu poder de voto amiga.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Entrevista com Sérgio Viotti

Dr. Luis Fernando Aguiar - Ginecologista diz....