Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Rolando, o namorado da Regina...

Hoje é dia da blogagem coletiva em homenagem póstuma ao nosso amigo, o blogueiro Rolando Palma.
Confesso que não o conheci pessoalmente. Cruzei com ele por aqui, mas nossa ligação vem do VARAL DE IDÉIAS- de Eduardo Lunardelli, amigo virtual, material e genial, (de muitos de nós) que promoveu mais essa blogagem.
Não é preciso conhecer, viver, conviver com alguém para sabermos o quanto essa pessoa é legal. Basta ler algumas coisas que ela escreve, ou acompanhar ainda que de longe, aquilo que ela vive ou faz da sua vida.
Acabamos sabendo por amigos que fulano e beltrano são gente boa e por confiança e amor a esse amigo nos aproximamos dele... Esse foi o meu caso com Rolando. Um blogueiro querido, que alguns amigos como Eduardo e tantos outros foram com ele - e desta forma houve uma relação de confiança. Ainda que assim não fosse, basta olhar para essa foto e observar seu rosto, seus olhos, seu olhar, seu sorriso, e a paz que ele transmite nela. E pergunto: Qual a sua impressão dele? O …

Assassinado, Rolando Palma

Nota: Disse Eduardo P.L. do Varal de Idéias
Dia 9 próximo, vamos promover uma Coletiva em homenagem a ROLANDO PALMA, nosso companheiro do Entremares e Tertúlia Virtual. Participe e divulgue. Mais detalhes na Central de relacionamento da Tertúlia Virtual http://tervirtual.blogspot.com/ _______________________________________________________________ O Varal de Idéias http://cimitan.blogspot.com/de Eduardo Lunardelli e todos os amigos daqui, estão chocados, tristes, apavorados e inconformados com a morte prematura do amigo blogueiro Rolando Palma, morto no Rio de Janeiro, por um desequilibrado de 61 anos, que não aceitava a separação, e "imaginava" que sua ex mulher, atual namorada de Rolando, pretendia levar o filho para Portugal... A violência não tem limites quando é tomada por cabeças idiotas. Sofremos nós, sofremos os que ainda sentem que a vida é dom divino, - que ela passa rápido demais para fazermos "justiça" com as próprias mãos, pois constatamos diariamente …