Pular para o conteúdo principal

Dudu Nobre, Adriana e filhos - Excuse me

Que coisa feia o que fizeram com Dudu Nobre e família na American Airlines.

Fico triste por ter apenas uma testemunha que mostra a sua cara. Por outro lado, fico aliviada pelo fato de ela ser americana naturalizada brasileira. Isto tem grande peso e significado para mim. Espero que apareçam mais deles neste caso e que tudo se resolva da melhor maneira.

Adoro viajar, vou muito aos EUA, e observo que o americano tem umas coisas de comportamento que as vezes me surpreende e entristece. Ele usa algumas palavras como se fossem mágicas e exclusivas - Ex: com licença - excuse me! Ele usa isto para andar na rua, ver uma roupa dentro das lojas, pagar uma conta, qualquer coisa. É só você estar ocupando um espaço no mundo, e ele te atrevessa com este "exxxxxcuissemeee" que a cada vez fica mais com este jeito arrogante, determinado como se fosse uma ordem e um abre alas, que eu quero passar. E ele não quer saber, passa por cima de você. Não é assim que a educação recomenda que se faça. Há um tempo para tudo.

Algumas coisas são usadas assim por eles. Na Cia de aviação que você escolhe viajar, eles têm que receber o passageiro, com delicadeza, entendendo que há a necessidade da orientação, pois muita gente entra no avião pela primeira vez, há o fator nervosismo, a língua estrangeira, e muito mais, portanto, eles estão alí para isso.

Há que se saber um pouco da língua do país onde este avião pega passsageiros, e até um pouco do comportamento deste povo. Uma empresa grande, pensa grande. Por momentos podemos sim, nos sentir um pouco fora do lugar, coisa que nos trás desconforto.

É sabido que o brasileiro nestas viagens, também nem sempre se comporta com classe e educação.

É bom que se apurem os fatos, para que isto não se repita principalmente, se neste caso, houve ( e parece que houve ) o problema do racismo.

Ninguém tem o direito de menosprezar o outro por coisa alguma. Por esta razão, as leis estão aí para que vivamos em sociedade da melhor forma possível.



Comentários

  1. Me interessa,vou pesquisar o assunto,estou mais perdida que cego em bingo.
    Depois volto.

    ResponderExcluir
  2. Perfeita sua colocação mana, eu assisti aos depoimentos no "Fantástico", o pior é que inverteram a ordem das coisas no processo, a cidadã americana naturalizada brasileira, deu o testesmunho dela favorável ao Dudu e sua esposa, confirmou absolutamente tudo que eles ( Dudu e Adriana) contaram, houve realmente a discrininação racista deles sim.
    Isso é de causar indignação mesmo!

    ResponderExcluir
  3. completando... ainda por cima a confundiram com a comissária de bordo que começou toda a confuisão , divulgando o nome dela como tal. Palhaçada!

    ResponderExcluir
  4. Sem dúvida SIl, sem dúvida. Isto não pode acontecer em hipotese nenhuma, mas acontece infelizmente, e num país onde acabou de ganhar por votos dos americanos do norte um lindo negro... Incrível!

    ResponderExcluir
  5. É...Esses comissários devem ser uns idiotas mal resolvidos que quiseram tirar onda com os nossos artistas, e por não suportar, por pura inveja, dois negros lindos, talentosos e bem sucedidos como são o Dudu e a Adriana, e eles (comissários americanos)
    terem de amargar a subserviencia. Se darão mal nessa! Como dizia minha avó : inveja qdo não mata aleija!

    ResponderExcluir
  6. Amiga Con...Triste realidade,ja esta mais que na hora de mudar essa total ignorância!


    O preconceito é um entrave do desenvolvimento e do relacionamento da humanidade. É uma arma que dói, que perfura, que maltrata. É indiscutível sentir o preconceito e, somente é capaz de percebê-lo quem já sentiu. Discrimina-se por quase tudo: pelo vestuário, pela linguagem, pela cor, pelo credo, pela posição social, etc.

    Bjos amada!

    Linda tarde pra ti!

    ResponderExcluir
  7. Con boa noite,estou estarrecida,temos a mania de elogiar tudo que vem de fora,esquecemos de ver os defeitos que são muitos; Discriminar,preconceito comissários vai aqui um lembrete vocês são empregados nossos,e tem obrigação de atendermos seja ,negro amarelo,e o minimo é educação e monstram que não tem classe , e muito menos educação quem sabe agora tendo um negro, como presidente ele vai mostrar que não é a cor,e nem quem é a pessoa ,Vocês querem Ter ,e NÂO SER.
    Educação vem de berço!!!!

    ResponderExcluir
  8. Tulipa, obrigada pelo seu comentário e tudo é fato. Lamentável que estas coisas ainda aconteçam na vida da gente. Apareça sempre! bjus

    ResponderExcluir
  9. Cris, complicado tudo isso, né?
    Vamos ver quando as coisas dentro do ser humano, vai se tornar melhor, né?
    bjus linda te amo

    ResponderExcluir
  10. Conceição:

    As suas opiniões e os comentários de seus visitantes estão de conformidade com a brutal indignação de todos aqueles que são contra toda ação discriminatória, qualquer que seja a origem dela. Uno-me a todos vocês, incondicionalmente.

    O que o Dudu Nobre, esposa e filhos, e o seu colaborador passaram no avião da Pan American é lastimável e tem que ser apurado até às últimas conseqüências, por se tratar de um crime contra a dignidade humana. E uma vez que aconteceu em território brasileiro, os meliantes têm que sofrer os rigores das nossas leis.

    E que os dirigentes da Pan American providenciem cursos de boa conduta, respeito e educação a todos os seus funcionários, para que eles ajam assim com todos - Eu disse todos! - os seus clientes, pois, como bem disse você, uma empresa grande tem que pensar grande.

    Abraços papagoiabenses.

    ResponderExcluir
  11. Um verdadeiro absurso que nãopode ficar assim, só saindo em jornais, rádios, televisão e ficar por isso mesmo.Meu marido é judeu e, consequentemente meus filhos tem 50% do sangue deste povo maravilhoso que tanto nos orgulhamos. Já passei por algumas situações contrangedoras e nunca deixei pra lá. Tenho certeza q com este exemplo ensino meus filhos fazerem o mesmo.

    ResponderExcluir
  12. Tânia, é verdade a gente não deve ser humilde a ponto de deixar que os outros tripudiem em cima da nossa cabeça, dos nossos filhos, principlamente quando o caso é nítido de racismo ou classe social. Isto á muit feio. Seja com negros, brancos, judeus, orientais, pobres, ricos, velhos, novos, qq tipo de raça. Pois, todos nós somos antes de tudo GENTE!
    meu beijo, CON

    ResponderExcluir
  13. Tulipa, vc é um amor, delicada e querida. Muito obrigada por visitar meu blog. Concordo com vc e precisamos mudar isto

    Oremos para que as pessoas se tornem melhores, certo? bjus CON

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende

https://youtu.be/f6Hnwx44AnU




Um dia a gente aprende que...

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.

E você aprende que amar não significa apoiar-se, que companhia nem sempre significa segurança, e começa a aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas.

Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança; aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo, e aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.

Aprende que falar pode aliviar dores emocionais, e descobre que se l…

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Estou indignada por ler matérias em jornais e revistas onde jornalistas e médicos escrevem a respeito da pílula anticoncepcional como sendo o meio mais seguro de se evitar filhos, porém...

Nos programas de rádio e TV, a mesma coisa acontece. O que eles não abordam jamais, é o perigo que a pílula anticoncepcional causa para a mulher. (E nem todos os médicos tem essa preocupação com sua paciente).

Ainda hoje, dia 8 de Setembro li no caderno Folhateen - da Folha de S. Paulo, matéria de Jairo Bouer em sua coluna - SEXO E SAÚDE, onde ele aconselha como forma segura para se evitar a gravidez indesejada, o uso da pílula, e ainda escreve que, - menos de 20% delas são adeptas a isto, pedindo que se repense no caso, induzindo a mulher a usar a pílula.

Muito bem. O que as pessoas não sabem e não interessa dizer, é que a pílula e a reposição hormonal podem causar na mulher graves problemas como a TROMBOSE.

A trombose pode se transformar em uma EMBOLIA pulmonar conhecida como TEP - e isto pode matar…

Cozinhando com a faca na mão

Que coisa mais linda ver as crianças participando da vida como se fossem fazer suas próprias coisas, como a sua comidinha, ou arrumar seus deveres e sua caminha e coisas do  dia a dia. 
Lamento o fato de não termos alguns costumes  como temos por exemplo no Japão. Ví dia desses um filme das sobrinhas de uma amiga que nasceram lá e desde muito cedo,  na escola, elas todas trabalham com facas e aprendem a cortar peixes e a fazerem seus pratos tradicionais, rebuscados ou não. Eles acreditam que é interessante saberem mexer com o perigo, como o instrumento faca,  ensinado-as como manipular.  


 Eles tem total razão