Pular para o conteúdo principal

O Sexo e o Álcool


Aí está o encontro de duas coisas que são rivais, opostas, encrenqueiras, na vida de muita gente.

O sexo é saudável por sí só.
Ele é capaz de levar sua imaginação à loucura.
De fazer você sentir e ter sensações malucas, alucinadas, altasvisões, flutuações, dormência, desmaios, amolecimento da coluna e muito mais.
Seu comportamento muda.
Você pode ser calmo,
tranquilo e se surpreende mordendo seus lábios, o do outro, - começa a se inquietar, grita, se agita... Se torna tarado, louco! Cedento de amor, de carne, de sexo!
Pode ser tímido e ficar desvairado, descontrolado, enlouquecido, descobre loucuras em você mesmo e no outro.

Os hormônios que provocam o tesão no seu organismo são as maiores "drogas" que você tem no seu metabolismo e não paga nada por eles.

Você apenas administra isto tudo de acordo com o lugar,
dependendo da pessoa que estará com você, muita coisa pode acontecer,
no momento em que você vai atuar e liberar tudo isto de delicioso que existe dentro do seu corpo, que aflora na sua pele,na sua saliva, no seu olhar...

O tesão!
O tesão existe e claro, se você beber um pouquinho, uma dose de whisky por exemplo, isto vai ajudar você a chegar perto de uma moça de maneira mais fácil.
Para isto está bebida serve. Porém, se você ultrapassar o limite desta dose, saiba que ela atua no seu organismo de forma negativa.

Além de mudar seu comportamento, sua personalidade, ele baixa sua libido. Você pensa que ela aumenta, pois você ficará mais solto, mais livre, mais a "fins" da outra pessoa, mas haverá um retardo no seu gozo.

Haverá uma dificuldade para acontecer a ereção perfeita, dura, rija, saudável e duradoura.

Haverá na sua cabeça, na sua mente, a vontade de fazer amor, de trepar, de transar, mas haverá a dificuldade da ereção.

Para a mulher a mesma coisa.
Ela demora mais tempo para gozar - caso ela beba uma dose de qualquer bebida alcóolica.

Vai existir a vontade, o tesão, mas não existe a realização. Ela não é total.

Quem lê Zé Simão, sabe o que ele quer dizer com a frase que encerra todas as suas maravilhosas colunas. Nem sempre é pelo motivo da bebida, mas pode ser pela idade, por outras coisas que é a seguinte: "É mole mas sobe" ou "É mole mas nóis goza".

Não deixe que a bebida faça de você um sujeito ridículo, aquele acara bom de papo e ruim de pegada.

Um homem saudável é tudo de bom na cama para uma mulher, para ele próprio.
Ele tem total domínio do seu corpo.

Observe quando você bebe o que acontece com o seu sexo.

Faça vários testes.

E depois decida se você gosta mais de beber ou de fazer amor...

Lembre-se, a maior droga está dentro de você. É o tesão. Ele é demais! Louco, irado.

Comentários

  1. Conceição, primeiro agradeço pelo carinho absoluto da sua estadia em meu blog, pelo comentário lá deixado, de uma forma especial de tudo, parecendo ter captado definitivamente algumas das minhas dores. Fico grato, muito feliz e aliviado com tanto carinho.

    Em segundo lugar, uma surpresa gostosa vir aqui e dar de queixo com um texto destes, obra que passa a idéia de alguém que é reconhecidamente madura para dizer tantas coisas tão belas e excitantes sobre um assunto ainda tabu. Adorei sito. Não sinto nenhum adificuldade quie seu texto me deu tesão. Isto é raro. Não o tesão, o texto!

    Delícia, delícia. Se fosse mais cedo, não sei não. Eu ia pra um certo endereço. Mas a alvorada que se prepare para ser minha testemunha.

    Valeu, amigona. Amiga do Norival é minha amiga também. Continuemos a nos visitar, acredito que temos muito a trocar.

    Tenha um Feliz\ Natal e um Ano Novo da mair qualidade. Eu volto somente dia 5 de janeiro.

    Um beijo, já de saudade de escrever pra você outra vez.

    Ery Roberto

    ResponderExcluir
  2. Gestos perfeitos acontecem no silêncio. A melodia da ternura preenche todos os hiatos que as palavras desperdiçam.

    Beijos meus ...

    Gisa
    *;

    Parabéns ...
    Voltarei sempre !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia você aprende

https://youtu.be/f6Hnwx44AnU




Um dia a gente aprende que...

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.

E você aprende que amar não significa apoiar-se, que companhia nem sempre significa segurança, e começa a aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas.

Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança; aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo, e aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.

Aprende que falar pode aliviar dores emocionais, e descobre que se l…

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Estou indignada por ler matérias em jornais e revistas onde jornalistas e médicos escrevem a respeito da pílula anticoncepcional como sendo o meio mais seguro de se evitar filhos, porém...

Nos programas de rádio e TV, a mesma coisa acontece. O que eles não abordam jamais, é o perigo que a pílula anticoncepcional causa para a mulher. (E nem todos os médicos tem essa preocupação com sua paciente).

Ainda hoje, dia 8 de Setembro li no caderno Folhateen - da Folha de S. Paulo, matéria de Jairo Bouer em sua coluna - SEXO E SAÚDE, onde ele aconselha como forma segura para se evitar a gravidez indesejada, o uso da pílula, e ainda escreve que, - menos de 20% delas são adeptas a isto, pedindo que se repense no caso, induzindo a mulher a usar a pílula.

Muito bem. O que as pessoas não sabem e não interessa dizer, é que a pílula e a reposição hormonal podem causar na mulher graves problemas como a TROMBOSE.

A trombose pode se transformar em uma EMBOLIA pulmonar conhecida como TEP - e isto pode matar…

Cozinhando com a faca na mão

Que coisa mais linda ver as crianças participando da vida como se fossem fazer suas próprias coisas, como a sua comidinha, ou arrumar seus deveres e sua caminha e coisas do  dia a dia. 
Lamento o fato de não termos alguns costumes  como temos por exemplo no Japão. Ví dia desses um filme das sobrinhas de uma amiga que nasceram lá e desde muito cedo,  na escola, elas todas trabalham com facas e aprendem a cortar peixes e a fazerem seus pratos tradicionais, rebuscados ou não. Eles acreditam que é interessante saberem mexer com o perigo, como o instrumento faca,  ensinado-as como manipular.  


 Eles tem total razão