Pular para o conteúdo principal

Frases que Nivaldo deixa no Orkut


- Você, que nasceu águia, que é soberana no elemento ar, ordeno-lhe que voe para a imensidão do céu"

Simplesmente, NIVALDO!

Comentários

  1. Boa noite amiga, gostei da proposta do teu blog e do modo como vc escreve...estive passeando pelas postagens e vai dar tudo certo, vc vai ver, logo, logo vc vai estar aqui contando as novidades, muita fé.

    grande beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Con! Como estás? Maravilhosamente bem, n é mesmo? A frase da águia n é minha...e claro que vc sabe disso...rs Foi tirada de uma antiga parábola que eu ouvia muito nas reuniões e convenções da Amway...Estás lembrada? Quem sabe vc tenha participado de alguma também...A frase tem uma profundidade imensa e fala de como nos deixamos levar muitas vzs por coisinhas pequenas e como deixamos de olhar para os nossos sonhos que estão lá na frente à nossa espera...Ficamos muitas vzs ciscando aqui embaixo quando o nosso destino é voar com as águias, mesmo sabendo que teremos que nos arriscar ao assumir novos desafios e posturas...Bjs Con e que fevereiro e 2009 possamos encarar os desafios com a garra e a valentia das águias...Sucesso, amigaaaa!

    ResponderExcluir
  3. não quero partir
    porque não há chegada,
    a ponte do sonho caiu,
    sem margens
    a minha rota
    atravessa o suor
    de gaivotas poisando,
    pétalas de sorrisos
    sugam-me os lábios
    salpicando o meu rosto,
    és uma flor ?
    pergunta-me o vento,
    não, não sou nada,
    quero ser o mar
    simplesmente,

    poetaeusou


    Uma bela semana pra você...
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Sim nascemos águia mas somos criados como galinhas, não alcançamos nosso potencial de vôo.

    Tem um post no meu blog, comentando um livro, que fala disso, A auto estima um bem essencial, do dia 27 de Março.

    Bjs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Estou indignada por ler matérias em jornais e revistas onde jornalistas e médicos escrevem a respeito da pílula anticoncepcional como sendo o meio mais seguro de se evitar filhos, porém...

Nos programas de rádio e TV, a mesma coisa acontece. O que eles não abordam jamais, é o perigo que a pílula anticoncepcional causa para a mulher. (E nem todos os médicos tem essa preocupação com sua paciente).

Ainda hoje, dia 8 de Setembro li no caderno Folhateen - da Folha de S. Paulo, matéria de Jairo Bouer em sua coluna - SEXO E SAÚDE, onde ele aconselha como forma segura para se evitar a gravidez indesejada, o uso da pílula, e ainda escreve que, - menos de 20% delas são adeptas a isto, pedindo que se repense no caso, induzindo a mulher a usar a pílula.

Muito bem. O que as pessoas não sabem e não interessa dizer, é que a pílula e a reposição hormonal podem causar na mulher graves problemas como a TROMBOSE.

A trombose pode se transformar em uma EMBOLIA pulmonar conhecida como TEP - e isto pode matar…

Cozinhando com a faca na mão

Que coisa mais linda ver as crianças participando da vida como se fossem fazer suas próprias coisas, como a sua comidinha, ou arrumar seus deveres e sua caminha e coisas do  dia a dia. 
Lamento o fato de não termos alguns costumes  como temos por exemplo no Japão. Ví dia desses um filme das sobrinhas de uma amiga que nasceram lá e desde muito cedo,  na escola, elas todas trabalham com facas e aprendem a cortar peixes e a fazerem seus pratos tradicionais, rebuscados ou não. Eles acreditam que é interessante saberem mexer com o perigo, como o instrumento faca,  ensinado-as como manipular.  


 Eles tem total razão

Entrevista com Sérgio Viotti

O Jornal Modus Vitae, em Maio de 2007, conversa com Sérgio Viotti, quando ele interpretou um personagem da peça “O dia em que raptaram o Papa”. Viotti foi “Alberto IV”, um papa que imaginou ser por algumas horas, um transeunte comum pelas ruas de Nova York, mas o taxista que o levaria para a aventura - anônimo, judeu, o reconheceu prontamente e o seqüestrou.

O desenrolar da peça teatral de grande sucesso, é uma comédia, e Sérgio Viotti é mais que um ator, ele é mesmo o Papa. Procuramos essa “santidade” do teatro nacional, próximo aos seus 80 anos, e descobrimos que o “Papa” é mesmo pop.

Foi mais ou menos assim que abro a entrevista com Viotti, no entanto, é preciso dizer aqui, que eu me emocionei demais com a peça. Na verdade, muita gente se emocionou. Há momentos de total silêncio do público, e respeito, tamanha figura que ele travestido de PAPA representou.

Assisti a peça, no dia da estréia, algumas pessoas foram entrevistadas na saída ainda tomadas pela emoção. A TV Gazeta vem em minh…