Desaforo

Shopping Iguatemi – meio dia e meia. Fila na compra de ingressos para cinema e depois a fila da pipoca. Movimento grande para o horário do meio dia e meia de uma terça de carnaval.

Adultos, jovens, e namorados, senhores, senhoras, meu marido, eu, algumas crianças e uma delas extremamente insuportável.

Por mais lindinhos que eles sejam, quando são mal-educados perdem a graça. A mãe, muitíssimo bem vestida, desgarrada dele, falava no celular bem distante do menino. Ele circulava em meio a todo o enorme salão das ante - salas dos cinemas – como se ali, fosse o pasto de sua casa.

O garoto não tinha mais que quatro aninhos. No entanto, nem a soberba de Obama ao assumir a presidência dos EUA, quando foi chamado para fazer o juramento diante de muita gente, foi tão grande quanto à deste pirralho em meio a todos nós.

Sua mãe fingia que não via o monstrinho, e ele pulava, corria, gritava, falava sozinho e alto, passava perto dos adultos , batia num, empurrava outro, - andava como se tivesse dominando e reconhecendo a área.

Se depara com uma menininha linda, no entanto, o esfervelho se vê no direito de dar-lhe um beliscão no braço dela e em seguida um belíssimo tapa. Seus olhos se enchem d’água, e assustada, não emite um som! As "irmãs" (?) mais velhas, não dizem nada para o impossível, e nem para a mãe que vai no lugar do garoto pedir desculpas a criança, que com a mãozinha no braço beliscado, acaricia o dodói que recebeu de graça.

A mãe diz ao filho: "Que feio! Você tão lindo... Quer ir já para casa? Se você não se comportar bem, te levo para casa agora!" E ele: “quero pipocaaaaa!”

Precisei fazer um exercício mental e me conter, para não dizer a ela, que aquele lugar não lhe servia e que teatro se faz no palco por bons artistas e não canastrões.

Meu marido havia saído de perto há tempos.

É lamentável que as pessoas não eduquem seus filhos para que eles possam conviver de maneira normal entre os outros. Afinal vivemos dentro de um sistema. Estes meninos são aqueles que mais tarde, no colégio, se viram para os professores e dizem: "Sabe quem é meu pai? " Não admitem que um ser qualquer... Os chame atenção.

Também não é para menos, estamos cheios de ver burros calçados e vestidos pela vida afora.

Indignada pesnei: Meu Deus, quem será que vai se sentar ao lado deste menino no cinema?! Que desaforo!

Comentários

  1. Con, sou educadora e fazem quase 25 anos que trabalho com crianças, joves, adultos, normais e eespeciais, e te garanto que, crianças desse modelo existem e não são poucos.
    Fico pensando que tipos de valores esses pais transmitem, que tipos de exemplos lhe servem...
    Aí dá no que dá...
    Tenho um filho adolescente que tem lá suas crises, mas nunca passei por isso ou qualquer outro constrangimento semelhante. Nosso exemplo é o maior de todos, aquele que damos.Educação, respeito, valores, "palavras mágicas", valem até hje no bê -a -bá aqui em casa....
    Caretice???? Pode ser aos olhos de muitos, mas ainda é o melhor camionho. E o resultado melhor ainda.
    Beijos querida.
    Boa quarta-feira de cinzas...o novo vem das cinzas.

    ResponderExcluir
  2. Flavina, vc tem toda razão. Tem muito disto por aí, infelizmente e o sempre o errado, somos nós, os pais. Neste caso, a mãe diz ao garoto que se ele não se comportar, vai embora. Nesta hora, na primeira manifestação do mal comportamento do moleque, ela tem que tirar ele de lá, e levá-lo para casa mesmo! Não pode ameaçar e não cumprir. É mais tarde a IMPUNIDADE!!!!!!!!!!!!!!!!! Horrível isso, né?
    Valeu pela visita.
    bj CON

    ResponderExcluir
  3. Com, acho que postei algo mais ou menso com esse raciocinio. Con querida, se eu levantasse a voz pra minha mãe, ou olhasse torto pra ela, eu ficava sem os dois dentes da frente...rs Acredite que sou grato a isso...

    ResponderExcluir
  4. Felipe, vou te dizer que eu tb respeitava não só a m!ae, como o pai, avó, avô, visinhos, professores e todos! Senão, seria banguela tb! kkkkkkkkkkkkkkk E tá ótimo, que seja assim! Respeito é bom e eu gosto...
    BJ

    ResponderExcluir
  5. Sim eu acho que muitos pais, terían que ir primeiro a aprender educaçäo, para depois poder educar os seus filhos.

    Na escola se aprenden as materias, mas a educaçäo se aprende en casa, primeiro com o exemplo e depois com palavras, tempo e didicaçäo.

    E muita gente näo quer dedicar esse tempo necesario...

    Um beijinho,

    ResponderExcluir
  6. Se eu nao te conhecesse e soubesse da sua paciência diria que vc surtou no carnaval!!!
    Eu nao suporto criança mal educada e sim é responsabilidade dos pais dar educaçao para esses pequenos monstros!

    ResponderExcluir
  7. Fatima, pra vc ver como que estava, sou considerada a rainha da paciência... mas tem horas que não dá! Surtei mesmo... Ahahahah nossa!
    bjus

    ResponderExcluir
  8. Pena dessa mãe, que não está preparada para educar, para criar um filho, para mostrar à ele, como viver em sociedade, como viver em grupos.
    Quem não tem, não pode dar!
    Este será muito provalvemente, um daqueles que surram uma empregada doméstica, porque a julgam prostituta.
    Ou seja, nunca terá medidas.
    Um beijo querida.

    ResponderExcluir
  9. Eu nao consigo entender o que estao fazendo com nossas crianças, elas estao
    crescendo verdadeiros monstrinhos,e se voce bobear eles de mordem te chutam, e os papais passam a mao na cabeça e tem a cara de pau de dizer,
    desculpe ele nunca fez isso!!
    ora faça-me o favor, no meu tempo ,era
    so meu pai olhar que eu ja sabia que era para me comportar, hoje os filhos dao na cara dos pais, nao quero viver o
    suficiente para ver o que vai virar esse mundo,

    beijos
    rosana brito

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Entrevista com Sérgio Viotti

Saturno, também na malha de Gianlucavacchi!