Pular para o conteúdo principal

Homem




O homem "Bárbaro" e o homem de hoje, pouco evoluiram. 

Leio JORNAIS e noto que a única diferença entre eles, está na barba feita, as vezes nem isso.


Ontem, os jornais,  traziam as fotos de Kadafi morto, 
a menina da China de dois anos que foi atropelada e morta, estendida no chão a espera de uma ambulância, foi estorvo para pessoas que passavam desviando de seu corpinho largado no chão, como se alí estivesse um pedaço de pau  - convivemos com cenas pavorosas, - é bizarro! 

Ouço "pessoas" pregarem o bem e fazendo o mal,  tomamos um over dose dos escândalos no governo,  e constatamos que o homem não cede um pedaço de terra, briga por ela até a morte de inocentes, por religião, pelo poder é tudo igual como nos tempos da GUERRA.

Até nas mínimas coisas, nos gestos e comportamento de pessoas, observo que o homem não evolui e nem quer evoluir... diariamente nas calçadas da Avenida Paulista, onde nem andar na mão e contramão, as pessoas sabem, noto como o ser humano é limitado e só olha para seu umbigo.

Parecem  formigas levando comida para o esconderijo, batendo umas nas outras. Ah, as vezes da certo desânimo de viver! 

O homem passa pela vida (sem perceber) que ela existe. Ele é igual a um cavalo velho que só sabe o caminho da cocheira. Mesmo machucando-o com a rédia curta, e com o cabresto fazendo sangrar a sua própria boca, ele teima em ir sempre para aquele velho caminho.

É desanimador andar no trânsito.

É desanimador enfrentar um Forum onde quem nos atende, pensa que é Doutor.

É desanimador enfrentar um pronto socorro, ainda que de um grande hospital.

É desanimador precisar de um sorriso e encontrar uma cara feia.

É desanimador não ter a certeza de que alguém, ainda que o ESTADO luta por você como filho de sua Pátria


É desanimador saber que os seus estão na rua ou dentro de casa, sem a menor segurança e certeza de que voltam, pois o homem está solto.

É desanimador saber que não há remédio para todos.

É desanimador saber que ninguém se preocupa com você, pois tudo é um grande interesse de "favores" que são trocados em detrimento daquilo que lemos e conhecemos como ética.

Tá difícil viver

Comentários

  1. *Conceição, APLAUSOS para *Você !!!

    *Ameiiiiiiiiiii !!! :D :D :D

    *Vou copiar e colocar na minha página

    no Facebook !

    *Obrigada !!!

    *Ótimo domingo na companhia dos teus !

    *Fiques com Deus.

    *Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. *Já coloquei :

    http://www.facebook.com/home.php#!/

    *Veja lá, amiga Conceição !!!

    (*Lá sou Fada Dias ou e-mail :

    edias15@msn.com ).

    *Você está no Facebook ?!

    ResponderExcluir
  3. *Conceição, gostei MUITO da sua foto aqui !!! Gosto de fotos em preto e branco e de fotos de criança !!! (*Época que a VERDADE ainda existe !!! Boa fase da nossa vida !!!).

    ResponderExcluir
  4. Muito real ( lamentavelmente ) o teu comentário, CON !

    OITO DESÂNIMOS que enuncias...
    ...para quê acrescentar mais algum ?

    A vida verdadeira está um caos há muito tempo por todos os cantos do mundo.
    Talvez os países ainda ± civilizados sejam o Canadá e alguns da Península Escandinava.

    Um beijo grande, minha Amiga.

    ResponderExcluir
  5. O que apazigua a minha alma é perceber que a eternidade está aí para aprendermos... E, que as futuras gerações possam reescrever a nossa história com mais sabedoria e menos dor. Obrigada, por partilhar a sua indignação que também é nossa. Bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Estou indignada por ler matérias em jornais e revistas onde jornalistas e médicos escrevem a respeito da pílula anticoncepcional como sendo o meio mais seguro de se evitar filhos, porém...

Nos programas de rádio e TV, a mesma coisa acontece. O que eles não abordam jamais, é o perigo que a pílula anticoncepcional causa para a mulher. (E nem todos os médicos tem essa preocupação com sua paciente).

Ainda hoje, dia 8 de Setembro li no caderno Folhateen - da Folha de S. Paulo, matéria de Jairo Bouer em sua coluna - SEXO E SAÚDE, onde ele aconselha como forma segura para se evitar a gravidez indesejada, o uso da pílula, e ainda escreve que, - menos de 20% delas são adeptas a isto, pedindo que se repense no caso, induzindo a mulher a usar a pílula.

Muito bem. O que as pessoas não sabem e não interessa dizer, é que a pílula e a reposição hormonal podem causar na mulher graves problemas como a TROMBOSE.

A trombose pode se transformar em uma EMBOLIA pulmonar conhecida como TEP - e isto pode matar…

Cozinhando com a faca na mão

Que coisa mais linda ver as crianças participando da vida como se fossem fazer suas próprias coisas, como a sua comidinha, ou arrumar seus deveres e sua caminha e coisas do  dia a dia. 
Lamento o fato de não termos alguns costumes  como temos por exemplo no Japão. Ví dia desses um filme das sobrinhas de uma amiga que nasceram lá e desde muito cedo,  na escola, elas todas trabalham com facas e aprendem a cortar peixes e a fazerem seus pratos tradicionais, rebuscados ou não. Eles acreditam que é interessante saberem mexer com o perigo, como o instrumento faca,  ensinado-as como manipular.  


 Eles tem total razão

Entrevista com Sérgio Viotti

O Jornal Modus Vitae, em Maio de 2007, conversa com Sérgio Viotti, quando ele interpretou um personagem da peça “O dia em que raptaram o Papa”. Viotti foi “Alberto IV”, um papa que imaginou ser por algumas horas, um transeunte comum pelas ruas de Nova York, mas o taxista que o levaria para a aventura - anônimo, judeu, o reconheceu prontamente e o seqüestrou.

O desenrolar da peça teatral de grande sucesso, é uma comédia, e Sérgio Viotti é mais que um ator, ele é mesmo o Papa. Procuramos essa “santidade” do teatro nacional, próximo aos seus 80 anos, e descobrimos que o “Papa” é mesmo pop.

Foi mais ou menos assim que abro a entrevista com Viotti, no entanto, é preciso dizer aqui, que eu me emocionei demais com a peça. Na verdade, muita gente se emocionou. Há momentos de total silêncio do público, e respeito, tamanha figura que ele travestido de PAPA representou.

Assisti a peça, no dia da estréia, algumas pessoas foram entrevistadas na saída ainda tomadas pela emoção. A TV Gazeta vem em minh…