José Sarney/ Por Alberto Dines - Jornalista

http://www.observatoriodaimprensa.com.br

Ainda em estado de choque... Repasso e indico o blog do Jornalista Alberto Dines para que todos meus amigos conheçam, principalmente os que moram fora do Brasil e gostam da política. Vale a pena navegar nas suas escritas... Vejam uma pequena grande amostra e visitem o seu espaço.

JOSÉ SARNEY À DERIVA
Colunista da Folha em apuros

Por Alberto Dines em 16/6/2009

Não são poucos os jornalistas que se sentirão aliviados no dia em que a Folha de S.Paulo anunciar que José Sarney, seu colaborador das sextas-feiras, licenciou-se, aposentou-se ou ganhou o Nobel de Literatura e, por isso, deixará o jornal.

O vexame não atinge apenas os jornalistas que trabalham na Folha, familiarizados com a simbologia da Página 2, onde germinou a extraordinária ascensão do jornal em junho de 1975. A presença de Sarney nesta página é afronta gremial, corporativa, mexe com os brios dos profissionais brasileiros empenhados em fazer do jornalismo o ofício da decência e da consciência.

Apesar do maciço monolitismo que domina a grande imprensa, a Folha de S.Paulo conseguiu a façanha de ficar sozinha no incrível apego ao ex-presidente da República. Em apenas cinco meses, depois de uma controversa carreira de mais de meio século, o senador converteu-se em unanimidade nacional: o mar de lama que afoga nosso Legislativo é fruto da sua leniência e da sua complacência com a malfeitoria e a prevaricação.

A direção da Folha sabe disso, há tempos admite que a permanência de Sarney no seu quadro de colaboradores e amigos respinga na sua imagem nódoas indesejáveis, compromete a sua história, coloca suspeições onde só deveria existir transparência.

Os responsáveis pelos destinos da Folha, agarrados às birras juvenis, perderam uma magnífica oportunidade de dissociar-se da figura de Sarney em fevereiro, quando foi novamente alçado à presidência da Câmara Alta e à chefia do Legislativo. Outros colaboradores com currículos mais respeitáveis e em posições potencialmente menos conflituosas foram afastados sem dor, com naturalidade. Sobretudo sem ruído.

Atração fatal

No caso de Sarney, há uma estranha e perturbadora atração, verdadeira atração fatal: o jornal que se jacta de ter o rabo preso com o leitor tem o dito-cujo preso com o destino do parlamentar que no momento encarna a degradação do processo político.

Os estrategistas da Folha imaginaram que seria possível mantê-la distante das estripulias do senador. Quando os seus concorrentes Estado de S.Paulo e, logo em seguida, O Globo começaram a desvendar a incrível novela dos atos secretos, evidenciou-se que a Folha – como, aliás, era previsto – encalacrava-se junto com o seu dileto articulista.

O furo com a denúncia dos 300 atos clandestinos coube aos repórteres Rosa Costa e Leandro Colon, do Estadão, na quarta-feira (10/6). Surpreendidos, Folha e Globo entraram com naturalidade no assunto na edição seguinte (quinta, 11/6). Vocacionada para protagonismos, imaginava-se que a Folha logo trataria de ultrapassar o Estadão.

Quem se juntou ao Estadão foi O Globo, na sexta-feira (12/6), em reportagem de Gerson Camarotti: os atos secretos não eram 300, mas quase o dobro – 500. A Folha ficou visivelmente para trás. Neste dia, na discreta chamada na capa, o jornal explica que uma comissão examina desde 1995 os privilégios produzidos pelos atos secretos.

Sarney fora da pauta

Para disfarçar o desconforto, a Folha opinou no sábado, mas distanciou o escândalo da pessoa de Sarney: "Senado secreto" foi o título do principal editorial da Página 2. O nome do fiel colaborador não aparece uma única vez, embora aparecesse com destaque no noticiário dos dias anteriores.

O Estadão também opinou no sábado, mas ao contrario da delicadeza do concorrente entrou de sola com um editorial sob o título "Corrupção secreta". O envolvimento de José Sarney é detalhado num extenso parágrafo.

Quem tocou na complicada relação de Sarney-Folha foi o colunista Clóvis Rossi, o mais antigo da Página 2, que na edição de domingo (14/6) desculpa-se pelo atraso em entrar no assunto:

"A demora não se deve, creia-me [dirigindo-se ao leitor], à preguiça, à desatenção ou ao desejo de preservar o colega do espaço ao lado nas sextas feiras, o senador José Sarney, ao contrário do que suspeitam alguns leitores."

A demora deveu-se, segundo o jornalista, à incredulidade:

"...o que há mais para dizer sobre um caso destas proporções? Xingar a mãe?"

O libelo encerra-se com dinamite pura:

"O pior é que não tem saída, porque a saída depende dos próprios senadores, cúmplices, por ação ou omissão, do aparelho clandestino que era uma Casa de Leis".

Sarney está ferrado: a Folha jamais admitiria desvencilhar-se de um incômodo parceiro apenas para satisfazer "alguns leitores" exigentes e inconformados. Agora, com o decisivo empurrão assinado e avalizado pelo mais antigo articulista da Dois, está armado e acionado o cronograma para a saída de José Sarney da Folha de S.Paulo. Aleluia!

Clóvis Rossi merece um prêmio pela façanha.

Comentários

  1. oi,

    vim agradecer as palavras carinhosas e te desejar uma excelente noite...

    bjos!

    ResponderExcluir
  2. "Tudo o que peço aos políticos é que se contentem em mudar o mundo sem começar por mudar a verdade ."

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Jamais permitas que a derrota
    tome o lugar dos sonhos...
    Não restará nada de bonito
    se não creres que a vida é bela,
    apesar das impossibilidades.
    Existe uma força suprema,
    além de nós...
    basta olharmos o infinito.

    um beijo

    ResponderExcluir
  4. História interessante... e edificante!

    ResponderExcluir
  5. Conceição,

    parabéns pela postagem!
    Este é sem nenhuma dúvida o assunto político mais importante nos dias atuais!
    Fora Sarney, não só da Folha, mas como da Presidência do Senado!

    ResponderExcluir
  6. A coisa ficou russa, ficou preta.
    Certamente agora ele sai. Quanta coisa escondida heim?
    "Senado secreto"
    "Corrupção secreta"
    “atos secretos”
    “atos clandestinos”


    Sou mais pela Atração Fatal, afinal ando precisando mais do que nunca agora que também tenho algo secreto que é a minha “Caixa Secreta”.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Seu post bate direto como meu. Escrevi sobre isto hoje mesmo dando minha opinião.

    Penso que, assim como Alberto Dines,que estamos caminhando para fortes mudanças neste tradicional meio de comunicação no país. E este caso Sarney é uma excelente oportubidade.

    Tomara!

    ResponderExcluir
  8. Con,deviam dar uma passagem só de ida para Sarney e família para a Coréia do Norte.Essa é a verdadeira vanguarda do atraso desse país.Xô com essa gente,e aproveitem e levem aquela tal De Kátia abreu que quer legalizar a grilagem da Amazônia.
    òtimo post.Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. É bom que hajam mudanças positivas em tudo, para que este Mundo fique melhor.
    Um beijinho,
    Ana Paula

    ResponderExcluir
  10. Agora somos todos "cozinheiros"... Pra azar do Gilmar Mendes, só sei fazer sopa de letrinhas...
    bj

    ResponderExcluir
  11. Agora somos todos cozinheiros... mas pra azar do Gilmar Mendes, só sei fazer sopa de letrinhas.
    bj

    ResponderExcluir
  12. O discurso dele, tencionando dar uma satisfação pública após as denúncias, é uma das peças mais completas da estupidez e do desrespeito.

    Apesar de tudo, Con, o que faz o coronel Sarney não me espanta. Espanta-me, sim, a atitude de Lula ao sair em sua defesa. Ao dizer que "Sarney tem história para que não seja tratado como pessoa comum..." é um gesto que denota sua ignorância. Conhecesse o Art. 5º da Carta Magna - "todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza (...)" - não teria provocado mais esta insânia.

    O problema é que corvo não come corvo.

    ResponderExcluir
  13. Concordo com o Edu L.
    Ele passa ser uma vergonha para todos nós. Sem comentário.
    Bjs.Sandra

    ResponderExcluir
  14. Dines tem razão, mas é um sonhador. Delúbio escreverá uma coluna num jornal goiano; Lula quer ser colunista de um grande jornal, Sarney tem seu espaço na Folha e mais um canavial de desonestos escrevem em grandes veículos. Sarney continuará na Folha ou, se sair, irá para um outro jornalão. Esses caras têm sempre alguém pra lhes dar osso pra roer.

    ResponderExcluir
  15. Oi, querida!
    Por estas e outras cada vez tenho mais medo de tapetes.
    Surpresa?
    Pois é... nunca se sabe o que vai se encontrar embaixo dele. Ali pode se esconder um cem-número de coisas sujas e podres. Nossos políticos "varrem" sempre para debaixo do tapete aquilo que querem esconder dos outros. O problema é que o lixo é tanto que vai se acumulando, formando verdadeiras montanhas e quando todos começam a tropeçar nelas eles têm um medo danado de serem descobertos. Odeiam isso e dizem que lhes "puxaram o tapete". Nosso "querido" político em questão, vendo todo o "lixo" revelado coloca sua cara-de-pau e diz de maneira deslavada: nunca percebi que recebia a mais.... não sabia de nada disto... Meu Deus, será que o homem ganha tanto que não consegue nem mesmo controlar seu contra-cheque?

    Deixando o lixo pra lá, desculpe a demora mas estou com alguns probleminhas, inclusive com o computador.. Imagine que não consigo postar nada...... Bem, quanto ao Ferreira, também não sei... já conseguiu falar com ele?

    Pra você, amiga, um grande abraço e um ótimo final de semana. Fique na paz e relaxe...
    Beijão
    Angel

    ResponderExcluir
  16. Conceição,

    Passei para desejar um EXCELENTE fim de semana!
    Muita paz na alma, muita alegria e vontade de sorrir.
    E muitas gargalhadas partilhadas com seu marido. Claro está, entre muitas outras coisas, rsrs

    Aqui, morre-se de calor!
    Beijinhos ternos
    Lília, Lisboa

    ResponderExcluir
  17. Oi Con, linda!

    Estou passando para dizer que tem um selinho para vc no meu novo blog, Baú do Múltiplas, criado especialmente para alojar os presentes que recebo dos amigos.

    Existem 2 formas de encontrá-lo: Indo no múltiplas e clicando no baú ou diretamente no endereço http://baudomultiplas.blogspot.com

    Bjão!

    ResponderExcluir
  18. Ótimo!
    Cheguei de Sampa, e só agora estou voltando aos blogs; é muito bom chegar no seu e ver tanta coisa nova; a gente ri aqui, se indigna ali...Excelente!
    BJS!

    ResponderExcluir
  19. A B S T E N H O..................
    E M C O M E N T A R!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  20. Olá Con,

    Nesse país de tantos jeitinhos e opiniões manipuladas, destaca-se pela ética e propriedade esse jornalista que merece e é leal aos critérios e objetivos de ser um jornalista. Se você já assistiu ao Café filosófico um programa comandado por ele na tv Cultura sabe disso.
    Sou ouvinte de Alberto Dinis também na rádio Cultura ,e quando tenho um bom expemplo a dar sobre algum profissional dessa área,é sempre ele o meu melhor.
    Parabéns ao reconhecimento dado a esse homem que leva á sério a profissão que tem.

    beijos,

    ResponderExcluir
  21. Oi, Conceição;

    Tinha uma opiniào completamente diferente de José Sarney...
    Sempre o considerei um dos raros e verdadeiros políticos do Brasil na atualidade.
    Prefiro continuar a pensar como antes até ter provas contrárias, porque Sarney foi provávelmente o último Presidente do Brasil com credibilidade no exterior.
    Estarei enganado?...

    bjs, Conceição
    Osvaldo

    ResponderExcluir
  22. Entrei aqui para ler sobre Sexo e vi um post sobre sacanagem!
    Beijosss do LEO

    ResponderExcluir
  23. Oi querida!

    Eu vi, selo duplicata, hein? Isso é o que dá ser querida!

    Bom vc pode colocar meu nome também junto com a outra pessoa que lhe presenteou, ou não colocar, eu vou ficar bem, vc já foi lá deixou um comentário e isso para mim já é o suficiente!

    Fique à vontade, lá no baú eu tenho um selo duplicata também aí eu fiz um post para cada um.

    Vc gostou do Baú? E vc também está de blog novo?


    Bjs!

    ResponderExcluir
  24. Oi Con

    Ok, tudo certíssimo!!!

    Sim, mas eu estou na de Vanessa do Fio de Ariadne, tem 2 de música no mesmo dia!

    Eu entendi que tinha um selo para mim! Mas é meu selo de dupla com a moça, né? Seu blog, ficou parecendo festa de aniversário com tantos docinhos!!!!!

    Bjs!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Entrevista com Sérgio Viotti

Saturno, também na malha de Gianlucavacchi!