Pular para o conteúdo principal

Agora é sério - vamos amar de verdade...


Namorar é a melhor coisa dessa vida, e a melhor fase que vive um relacionamento.

Hoje em dia pode-se levar o namorado para casa, ele é parte da família antes do casamento, mas é bom que os dois percebam a relação - se ela feliz, levinha, agradável... - Se acrescenta lances positivos na sua vida, se seu astral fica lá em cima a cada contato, e se sua alma é plena!


Não deve haver cobranças, ciumeira, besteirolas, deve haver muito respeito e acreditar no outro plenamente, - se isso não existir no tempo de namôro, então não vai existir depois.


Há que ser deliciosa a fase "namorados", para podermos desenvolver um relacionamento forte, firme, e no futuro, lá na frente, toda essa experência servirá de combústivel para uma vida que poderá ter muitas histórias e momentos de felicidade. Na hora das possíveis dificuldades, que elas certamente virão, os dois saberão administrar e passar por todas as coisas com bastante equilíbrio emocional.


Nada é totalmente perfeito, no entanto, se houver a vontade de tocar uma boa relação, a chance de dar certo é muito grande depois do namôro saudável.

Desejo a todos os namorados de hoje, muita felicidade.

Aos namorados de ontém, que busquem lá no fundo do coração, o combustível que fêz com que vocês chegassem até aqui. E olhem um para o outro, com mais carinho.
A cumplicidade é linda, e ela vem depois da primeira fase que é justamente comemorada hoje - dia 12 de Junho.

Comentários

  1. Olá Conceição
    Gostei das "borbulhas"
    De Amor sempre gostei...!!! rsrsrsrsrs
    Bjs
    G.J.

    ResponderExcluir
  2. Quase me esquecia de desejar FELIZ DIA DOS NAMORADOS.
    Bjs
    G.J.

    ResponderExcluir
  3. O tempo do namoramente, é precisamente para conhecer a outra pessôa. Porém se näo somos sinceros, se näo somos como realmente somo, isso näo serve de nada...
    Ainda assim e tudo, näo é igual a convevença diaria, com cuecas e meias pretas, que estar maravilhosos, lindos, amarse, sair e depois cada um à sua casa.
    Se näo há sinseridade,... näo há nada.
    Um beijinho e felicidades aos namorados....

    ResponderExcluir
  4. É isso aí mana!
    Que o amor seja leve, "borbulhante" e eterno enquanto dure...
    Feliz dia dos namorados a todos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Con,
    Feliz dia prá vc também!!!
    Belo post, gostei muito!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Con, o mundo não pode acabar enquanto um homem souber amar ...

    Beijo de amizade .

    ResponderExcluir
  7. E que as borbulhas não acabem no proimeiro gole,rsrsr.Beijos e tive que rir que teu "gordo" ainda não te disse feliz dua dos namorados(li no Gaspar) Felicidades e boa noite!beijos,chica

    ResponderExcluir
  8. CONCEIÇÃO
    Para o envio da foto preciso que me envie o seu endreço e email.

    Envie para: gasparjes@gmail.com

    Beijinhos
    G.J.

    ResponderExcluir
  9. a melhor coisa entre dois que se amam é mesmo a cumplicidade e rir juntos!!!
    beijos e bom domingo para voce, saudades,
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Cooooonnnnn!

    Muito bom lhe ler lá na minha casa!

    Vc sabe que eu fiz um acordo com meu partner, a gente seria apenas colegas de quarto, para experimentar uma insustentável leveza do ser namorado...Porque casada eu nunca quis estar. Acho que vem funcionando porque estamos juntos há 12 anos e meio.

    "Não deve haver cobranças, ciumeira besta, e um deve respeitar e acreditar no outro plenamente, - se isso não existir no tempo de namoro, então não vai existir depois."

    Esse é o meu lema, o laboratório que é meu relacionamento permite liberdade total.

    Muitos dizem que sou louca...Mas como diz Hermógenes: "Deus me livre de ser normal".

    Bjão!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Estou indignada por ler matérias em jornais e revistas onde jornalistas e médicos escrevem a respeito da pílula anticoncepcional como sendo o meio mais seguro de se evitar filhos, porém...

Nos programas de rádio e TV, a mesma coisa acontece. O que eles não abordam jamais, é o perigo que a pílula anticoncepcional causa para a mulher. (E nem todos os médicos tem essa preocupação com sua paciente).

Ainda hoje, dia 8 de Setembro li no caderno Folhateen - da Folha de S. Paulo, matéria de Jairo Bouer em sua coluna - SEXO E SAÚDE, onde ele aconselha como forma segura para se evitar a gravidez indesejada, o uso da pílula, e ainda escreve que, - menos de 20% delas são adeptas a isto, pedindo que se repense no caso, induzindo a mulher a usar a pílula.

Muito bem. O que as pessoas não sabem e não interessa dizer, é que a pílula e a reposição hormonal podem causar na mulher graves problemas como a TROMBOSE.

A trombose pode se transformar em uma EMBOLIA pulmonar conhecida como TEP - e isto pode matar…

Cozinhando com a faca na mão

Que coisa mais linda ver as crianças participando da vida como se fossem fazer suas próprias coisas, como a sua comidinha, ou arrumar seus deveres e sua caminha e coisas do  dia a dia. 
Lamento o fato de não termos alguns costumes  como temos por exemplo no Japão. Ví dia desses um filme das sobrinhas de uma amiga que nasceram lá e desde muito cedo,  na escola, elas todas trabalham com facas e aprendem a cortar peixes e a fazerem seus pratos tradicionais, rebuscados ou não. Eles acreditam que é interessante saberem mexer com o perigo, como o instrumento faca,  ensinado-as como manipular.  


 Eles tem total razão

Entrevista com Sérgio Viotti

O Jornal Modus Vitae, em Maio de 2007, conversa com Sérgio Viotti, quando ele interpretou um personagem da peça “O dia em que raptaram o Papa”. Viotti foi “Alberto IV”, um papa que imaginou ser por algumas horas, um transeunte comum pelas ruas de Nova York, mas o taxista que o levaria para a aventura - anônimo, judeu, o reconheceu prontamente e o seqüestrou.

O desenrolar da peça teatral de grande sucesso, é uma comédia, e Sérgio Viotti é mais que um ator, ele é mesmo o Papa. Procuramos essa “santidade” do teatro nacional, próximo aos seus 80 anos, e descobrimos que o “Papa” é mesmo pop.

Foi mais ou menos assim que abro a entrevista com Viotti, no entanto, é preciso dizer aqui, que eu me emocionei demais com a peça. Na verdade, muita gente se emocionou. Há momentos de total silêncio do público, e respeito, tamanha figura que ele travestido de PAPA representou.

Assisti a peça, no dia da estréia, algumas pessoas foram entrevistadas na saída ainda tomadas pela emoção. A TV Gazeta vem em minh…