Pular para o conteúdo principal

Rolando, o namorado da Regina...


Hoje é dia da blogagem coletiva em homenagem póstuma ao nosso amigo, o blogueiro Rolando Palma.

Confesso que não o conheci pessoalmente. Cruzei com ele por aqui, mas nossa ligação vem do VARAL DE IDÉIAS- de Eduardo Lunardelli, amigo virtual, material e genial, (de muitos de nós) que promoveu mais essa blogagem.

Não é preciso conhecer, viver, conviver com alguém para sabermos o quanto essa pessoa é legal. Basta ler algumas coisas que ela escreve, ou acompanhar ainda que de longe, aquilo que ela vive ou faz da sua vida.

Acabamos sabendo por amigos que fulano e beltrano são gente boa e por confiança e amor a esse amigo nos aproximamos dele... Esse foi o meu caso com Rolando. Um blogueiro querido, que alguns amigos como Eduardo e tantos outros foram com ele - e desta forma houve uma relação de confiança. Ainda que assim não fosse, basta olhar para essa foto e observar seu rosto, seus olhos, seu olhar, seu sorriso, e a paz que ele transmite nela. E pergunto: Qual a sua impressão dele? O que você sente quando olha para essa foto? Uma cara ótima, não?

SIM! Uma cara ótima. Um sorriso doce e um olhar de quem está de bem com a vida. E ESTAVA.

No entanto, as relações humanas nem sempre dão certo por esquecermos a todo instante que morremos a qualquer momento, e assim seguimos a vida cometendo erros e mais erros. Somos prepotentes e soberanos, vaidosos e podres. Algumas vezes cruzamos com quem não presta, pode ser um desequilibrado maldito que se acha no direito de tirar a vida do outro. Tiraram a de Rolando, no Rio de Janeiro- friamente.

Cruzamos com um louco que se acha no direito de matar alguém por não aceitar o sentimento do outro por imaginar coisas, sobretudo, por não pensar.

...e assim, o amor de Regina e Rolando foi interrompido.
A vida de um homem lindo como Rolando se foi e o trauma de uma família ficou e ficará para sempre em nome do desequilíbrio humano.

Só desejamos que o filho da Regina e ela, se ergam. Que a família de Rolando fique bem - dentro da medida do possível e do tempo que é o Senhor da razão.

Comentários

  1. Con, palavras profundas e sábias.

    Um abraco grande e obrigada por tuas palavras em relacao a arte da minha filha.

    ResponderExcluir
  2. Con,
    essa tragédia feriu fundo a todos nós amigos da blogsfera, da grande e acolhedora casa que é o Varal de Idéias. Lá todos nós tivemos a oportunidade de nos encontrar, nos conhecer criar laços.
    Laços fiéis, afetuosos.
    Jamais imaginaríamos que algo tão brutal pudesse atingir nosso imenso círculo de amigos.
    Fica a dúvida;
    Precisamos ter cautela?
    A amizade, o amor compartilhado causa tanta inveja?
    O perigo, o inimigo anda a espreitar?

    Esse horror pegou a todos nós covardemente.
    É como se uma sombra estivesse pairando, observando, preparando o bote.
    É assustador.

    Não consigo, por mais que eu tente, imaginar o estrago que este monstro causou a estas famílias.
    Sinto muito e muito por cada um deles.
    Sinto pelo o que o Rolando deixou de viver.

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Conceição
    Parabéns pelo que aqui escreve.
    Desde pequeno que dou enorme importância à palavra FRATERNIDADE.
    Esta ONDA GIGANTESCA de Amor e Revolta que hoje nos assalta, é isso mesmo FRATERNIDADE.
    Beijinhos
    Gaspar de Jesus

    ResponderExcluir
  4. LInda homenagem e me junto ao pedido para que Regina fique bem e seu filho idem! beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. CON,

    lindo texto. Sou suspeito, por ter sido citado, mas quem nos conhece, ainda que virtualmente, a de concordar comigo: lindo texto!

    Obrigado em nome de todos os que admiravam, e frequentavam seus blogs!

    Bjs CON.

    ResponderExcluir
  6. a saudade ficou, mas suas palavras, fotos e amizade sempre estará ENTRENÓS....
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Sabe, Conceição! Eu adoro gente que fala como você: "não é preciso conhecer, viver, conviver...Basta ler alguma coisa".

    Pois bem, o Rolando era assim... Ele nos lia e traduzia o nosso avesso. Por isso, essa homenagem! São poucas as pessoas que leem as entrelinhas... Só as que se importam e, essas, são especiais. Bjs

    ResponderExcluir
  8. CON,
    pois é, faz tempo, hein ?
    E voltando aqui e dando de " cara" com um post-homenagem.
    Eu soube dessa história. Foi no Rio. Na Barra da Tijuca.
    Tragédia. Tristeza.
    Não conhecia Rolando. Imagino o que estão sentindo as pessoas que conviviam com ele na " blogosfera".
    Dizer o quê ?
    Não se tem muito a dizer numa hora dessas. Só lamentar.
    Beijos

    PS _ CON....o blogue dos CUECAS acabou faz tempo.Mas continue seguindo o das Calcinhas.Não suma. bj

    ResponderExcluir
  9. Oi, Conceição

    O amor é uma onda que se propaga independente da presença física... que ela atinja e conforte todos os corações que sofrem a perda do amigo!

    Triste sentir, bonito de ler todas estas demonstrações de amizade,
    Bj

    ResponderExcluir
  10. Ainda me encontro de férias,passo para deixar um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Um encontro cheio de amoções para homenagear aquele que tanto contribuiu e participou da vida de minhas pessoas, na blogsfera. Muitas vezes não encontrasmos palavras para expressar este sentimento, então deixamos o silencio guardado no coração.É com muito carinho que nos reunimos neste dia para prestar esse último carinho a uma grande Pessoa chamada Rolando Palma.

    "A morte é só uma mudança de estado.
    Depois dela, passamos a viver em outra dimensão"

    Sandra

    ResponderExcluir
  12. infelizmente nos revemos assim, não é mesmo. Assim, também acontece na vida real.. Os amigos se encontram com a morte de aguém ou de outro amigo.
    Bjs.
    Sandra

    ResponderExcluir
  13. Conceição, como sair imune diante de um fato tão estarrecedor? A família e os que amam Rolando estão sendo penalizadas pelo ato insano de uma pessoa desequilibrada. A justiça divina é providencial, mas espero que a justiça dos homens se faça primeiro! Sensata homenagem ;) Beijus,

    ResponderExcluir
  14. CONCEIÇÃO
    Passei de novo aqui para retribuir o beijo que deixou e não resisti a voltar a ler o tocante texto que escreveu em homenagem ao ROLANDO.
    BRILHANTE confesso mais uma vez.
    Beijos
    Gaspar de Jesus

    ResponderExcluir
  15. Olá Conceição,

    Linda homenagem!

    Só mesmo o tempo para diminuir a dor da perda...

    Esta Tertúlia, apesar de muito triste, foi bonita.
    Você tem notícias da Regina?
    Espero que ela esteja bem.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Concordo muito com o que a Li comenta. Nada é seguro. As relações humanas são muito complexas. O net pode matar. Um pesadelo.
    Jorge

    ResponderExcluir
  17. Entrei aqui neste blog, curiosa, pois a foto deste homem (Rolando) tocou-me, pela expressão facial prodigiosa... e afinal dou de caras com uma estória terrível.
    É difícil falar bem num caso destes. Que posso dizer? Bem aventurados os que tiveram o privilégio de privar com ele. Eu não tive. Que a sua luz continue a brilhar nos corações de quem o amou.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não aprovo comentário ANONIMO!

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Estou indignada por ler matérias em jornais e revistas onde jornalistas e médicos escrevem a respeito da pílula anticoncepcional como sendo o meio mais seguro de se evitar filhos, porém...

Nos programas de rádio e TV, a mesma coisa acontece. O que eles não abordam jamais, é o perigo que a pílula anticoncepcional causa para a mulher. (E nem todos os médicos tem essa preocupação com sua paciente).

Ainda hoje, dia 8 de Setembro li no caderno Folhateen - da Folha de S. Paulo, matéria de Jairo Bouer em sua coluna - SEXO E SAÚDE, onde ele aconselha como forma segura para se evitar a gravidez indesejada, o uso da pílula, e ainda escreve que, - menos de 20% delas são adeptas a isto, pedindo que se repense no caso, induzindo a mulher a usar a pílula.

Muito bem. O que as pessoas não sabem e não interessa dizer, é que a pílula e a reposição hormonal podem causar na mulher graves problemas como a TROMBOSE.

A trombose pode se transformar em uma EMBOLIA pulmonar conhecida como TEP - e isto pode matar…

Cozinhando com a faca na mão

Que coisa mais linda ver as crianças participando da vida como se fossem fazer suas próprias coisas, como a sua comidinha, ou arrumar seus deveres e sua caminha e coisas do  dia a dia. 
Lamento o fato de não termos alguns costumes  como temos por exemplo no Japão. Ví dia desses um filme das sobrinhas de uma amiga que nasceram lá e desde muito cedo,  na escola, elas todas trabalham com facas e aprendem a cortar peixes e a fazerem seus pratos tradicionais, rebuscados ou não. Eles acreditam que é interessante saberem mexer com o perigo, como o instrumento faca,  ensinado-as como manipular.  


 Eles tem total razão

Entrevista com Sérgio Viotti

O Jornal Modus Vitae, em Maio de 2007, conversa com Sérgio Viotti, quando ele interpretou um personagem da peça “O dia em que raptaram o Papa”. Viotti foi “Alberto IV”, um papa que imaginou ser por algumas horas, um transeunte comum pelas ruas de Nova York, mas o taxista que o levaria para a aventura - anônimo, judeu, o reconheceu prontamente e o seqüestrou.

O desenrolar da peça teatral de grande sucesso, é uma comédia, e Sérgio Viotti é mais que um ator, ele é mesmo o Papa. Procuramos essa “santidade” do teatro nacional, próximo aos seus 80 anos, e descobrimos que o “Papa” é mesmo pop.

Foi mais ou menos assim que abro a entrevista com Viotti, no entanto, é preciso dizer aqui, que eu me emocionei demais com a peça. Na verdade, muita gente se emocionou. Há momentos de total silêncio do público, e respeito, tamanha figura que ele travestido de PAPA representou.

Assisti a peça, no dia da estréia, algumas pessoas foram entrevistadas na saída ainda tomadas pela emoção. A TV Gazeta vem em minh…