sábado, 14 de janeiro de 2012

A Fissura do Crack

Sabemos do Crack.

O mundo vive esse drama e as “cracolândias” da vida, estão por toda a parte. Falam todos, falam dos efeitos, mas hoje li a respeito deles de forma bem específica e gostei muito de saber o que ele provoca no sujeito que usa. É mesmo impressionante e justifica a dependência desses miseráveis que preferem viver na “Fissura” que a droga provoca a viver a realidade imposta por uma vida desgraçada distante da família, dos limites, da sociedade e você integrado nela, da visão de um futuro feliz e de um governo que ajuda a família a educar o seu filho quando ele sai de casa. O homem precisa de limites e de amor. Quando o cara não tem nada disso, ele precisa ser Super Homem para passar pela vida com dignidade e ficar à margem dessas tentações malditas e baratas que passam na cara dele a todo instante.

Efeitos:

Assim que o Crack é fumado, vai direito para o pulmão. Em seguida, cai quase que imediatamente na circulação sanguínea e rapidamente chega ao cérebro.

Composição:

Cocaína dissolvida em água e adicionada ao bicarbonato de sódio

Essa mistura é aquecida e, quando seca, adquire a forma de pedra – ela passa a ser dura e fumável.

Tempo de Ação:

Os primeiros Efeitos ocorrem entre 10 e 15 segundos depois do primeiro trago.

Se a cocaína for inalada, o tempo de efeito passa a ser de 10 a 15 minutos.

Duração do efeito:

É rápido! Apenas 5 minutos

Se for com a cocaína inalada, leva de 20 a 45 minutos.

Efeitos Imediatos:

Sensação de GRANDE prazer ( Semelhante ao ORGASMO), intensa euforia e poder. Provoca também insônia, perda de sensação de cansaço e falta de apetite.

Minha observação: Como um sujeito sem a menos base de vida, sem a perspectiva de um futuro claro - vai abrir mão de uma droga que proporciona a ele a sensação de orgasmo? Aí que entra o governo que deveria dar a Nação, as condições mínimas de sobrevivência, afinal, somos a sexta economia do mundo, para que ela presta? Para políticos colocarem dinheiro na cueca e presidentes de Escola de Samba guardar a grana debaixo da terra?

Após Um Mês de Uso

Perda de peso, entre 8/10Kg

Não tem mais a noção básica de higiene

Após O Uso Repetitivo

Sensações de paranóia, alucinações, cansaço e intensa depressão arterial, taquicardia, convulsões e até coma

Dependência:

O efeito da droga passa muito rápido e assim o usuário quer mais e mais, desta forma a dependência ocorre rapidamente, mais do que com as outras drogas. A vontade se torna incontrolável e a necessidade de sentir esse “prazer” que o Crack provoca, se chama “FISSURA”

Tratamento:

Costuma ser mais demorado do que o de outras drogas que em média dura um ano, com os viciados em CRACK, pelo menos dois anos.

Fonte: Centro Brasileiro de Informação sobre Drogas Psicotrópicas e livro “O Tratamento do Usuário de Crack” de Marcelo Ribeiro e Ronaldo Laranjeira.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

CRACK





DE QUE ADIANTA?
A Polícia cercou a região dos viciados em CRACK. Mto bem!
Agora, como tudo no BRASIL temos que continuar e engolir goela abaixo que a INFRA por aqui não existe e nem nunca existiu! Falta a essa gente assistência psicológica, médica, acomodação, tratamento adequado, e sobretudo a vontade política em ajudar esse infelizes brasileiros e drogados que estão nas mãos de algum (s) mandante (s) que certamente anda comendo bem diariamente as custas dos impostos que nós - o povo pagamos regiamente.ACORDA BRASIL !!!
O CRACK chegou em São Paulo há 20 anos.
A primeira apreensão foi em 1990, segundo a Divisão de Investigações sobre Entorpecentes (DISE) Em pouco menos de seis anos, a droga estava na CRACOLÂNDIA, na Região da Estação da Luz, em Sampa. A atração maior para o usuário da droga é o seu preço baixo. Uma pedra custa as vezes menos que dois reais. O efeito dela é devastador no organismo do cara e para a sociedade idem! - Eles se tornam imprestáveis, doentes, sujos, agressivos, e quase que irrecuperáveis. Morrem em pouco tempo com o uso contínuo da droga.
É importante lembrar que a Polícia Militar sozinha, não vai conseguir sucesso com sua ação. Há que se ter a mobilização de outros órgãos sociais, de saúde, dos governos junto a prefeitura, sub-prefeitura, e o trabalho árduo de pessoas qualificadas e até voluntários da própria sociedade que precisam e podem ajudar essa gente. Feito isto, o bem se refletirá para todos, tanto quanto o mal que eles nos fazem.
Nesse instante o pessoal da região que fica livre deles em massa, se sente um pouco melhor. Verdade é que não se pode tapar o sol com a peneira, pois eles estão pulverizados por todos os lugares da cidade, causando ainda problemas. Invadiram outro dia de maneira agressiva o Mercado Municipal do Centro da cidade assustando a todos os frequentadores e trabalhadores locais. No dia seguinte ficaram com suas portas fechadas e selecionavam a entrada de pessoas para compra.
É preciso total atenção nesse caso e extirpar a raiz de quem proporciona isso tudo para TODOS nós usuários ou não. Onde ela está? Quem são? Alguém deve saber de onde vem o CRACK e quem ta enchendo a burra com isso.
Falta trabalho para o povo! TRABALHO!