Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

Cozinhando com a faca na mão

Que coisa mais linda ver as crianças participando da vida como se fossem fazer suas próprias coisas, como a sua comidinha, ou arrumar seus deveres e sua caminha e coisas do  dia a dia. 
Lamento o fato de não termos alguns costumes  como temos por exemplo no Japão. Ví dia desses um filme das sobrinhas de uma amiga que nasceram lá e desde muito cedo,  na escola, elas todas trabalham com facas e aprendem a cortar peixes e a fazerem seus pratos tradicionais, rebuscados ou não. Eles acreditam que é interessante saberem mexer com o perigo, como o instrumento faca,  ensinado-as como manipular.  


 Eles tem total razão

Dia dos Namorados

Ame ao próximo como a ti mesmo.

Ame o próximo, como a ti mesmo! Dia dos namorados é amanhã!
Nem sempre a vida é tão doce quanto a fase de namoro.
Nem sempre o amor existe depois dessa fase.
Nem sempre as pessoas sabem o significado da cumplicidade. O começo de tudo, das novidades, dos descobrimentos
da pessoa pela qual você se apaixonou e te impulsionou a tomar decisões definitivas na vida - como ter filhos, comprometimentos vários e responsabilidades e, sobretudo, ficar para sempre com aquela pessoa que escolhemos para enriquecer ao seu lado, aprender, viver grandes momentos de dor e de amor, é saber que essa decisão não pode ter sido tomada de forma inconsequente, (ao menos esperamos que assim seja). Como uma mulher de 60, posso garantir que muitas vezes pensamos ao longo de um relacionamento o quanto ele se torna chatinho, morno, difícil, mas assim como as batidas do nosso coração, ora ele bate mais calmo, ora bate mais acelerado, (e pelo mesmo marido, e pela mesma mulher) e a pressão …

NETOS, por Jorge Pinheiro

Nunca pensei ter netos. 
É um Ser que é nosso, sem ser exclusivamente nosso.  Um Ser partilhado.  Netos são os frutos genéticos da nossa colheita.  Um apuramento de castas.  Um vinho fino.  Os netos transformam a nossa idade.  Temos de nos por ao nível deles.  Voltar a contar histórias, mudar fraldas, aquecer biberons, andar de gatas, jogar às escondidas... Somos outra vez novos de novo.  Ser avô foi a melhor coisa que me aconteceu.

Jorge Pinheiro um blogueiro e amigo. Hoje, ele postou a foto de sua neta, a Sofia,  no facebook.  Nem sabe ainda que estou por aqui fazendo arte.

Me encantei e me identifiquei com o que escreveu, sem contar que amei as palavras  "ditas" em português de Portugal.  E na verdade, impossível, resistir ao charme e beleza da pequena grande Sofia!

Por muitas vezes me pego tentando definir o que é ser avó. Ainda hoje, lí nos comentários do post de Jorge Pinheiro, o que  Eduardo Penteado Lunardelli, do Varal de Idéias   escreveu ao avô de Sofia: "Se eu soubesse …

Planeta água e os nossos sonhos

Quantas vezes me pego pensando em ter um Bentley com estofamento creme.   Me vejo entrando em todas as lojas mais caras e bonitas que o mundo tem, para me esbanjar nas compras sem o menor limite de absolutamente nada e me encho de sapatos, bolsas, roupas, perfumes e presentes. Ah! e compro outros carros. Depois passo pela Fauchon de Paris e compro tudo de guloseimas divinas que a casa oferece. 
Me pego antes de tudo isso subindo pela escadaria da L' église de la Madeleine  para um momento de reflexão com Deus. 
Mas meu sonho dura pouco.   Acordo com a realidade me perturbando a vida.  Estamos longe do luxo.  Mesmo tendo todas as possibilidades materiais ele fica distante de nós.  
 O maior luxo de todos é aquele que você precisa para viver.
A água é o nosso maior luxo. A água é o nosso maior sonho e o maior bem!