Racismo e Grêmio, Jogador Aranha e Patrícia

Infelizmente essas quatro palavras estão ligadas ultimamente por uma tremenda INJUSTIÇA.

O racismo é  um preconceito que existe em todos os mundos e não somente entre "negros e brancos".

O goleiro do Santos, o Aranha,  talvez tenha exagerado um pouco em querer chamar tanta atenção quando ouviu quase toda torcida  do Grêmio o chamar de negro, de macaco. 

Todos ouviram, até quem estava vendo pela televisão.  
Inconformado, pedia para que esse flagrante fosse registrado com maior ênfase sem imaginar talvez o que  estava por vir.

As imagens que a televisão foca e da ênfase é marcada por uma menina moça Patrícia Moreira da Silva que fanática pelo seu time e entusiasmada pelos seus iguais, aos berros gritava desesperadamente "Macaco" "Macaco"!   E mais tarde, isso se torna o maior preconceito de todos.

Alguns foram penalizados, mas ela, massacrada. 
O Grêmio está fora da Copa do Brasil, e multado. 
O  Superior Tribunal de Justiça Desportiva não o puniu por racismo, isso foi também enfatizado. 

A verdade é que a Patrícia, vem sofrendo ameaças constantemente.  Apedrejada literalmente.
Dia 12 de Setembro, sua casa foi incendiada, embora o Corpo de Bombeiros constatou que o fogo foi de pequenas proporções e não tinha ninguém em casa.  

Indiganação é o mínimo para tanto vandalismo, hipocresia e maldade. Estão esperando que matem essa moça? Quem tem interesse nisso?

A Justiça está aí para ser aplicada. O Grêmio já foi penalizado. 
A torcida deve ter enfiado a viola no saco assistindo a situação da Patrícia. 
O goleiro deve ter entendido que a coisa foi um pouco além, ou não?!

Seria bom que a TV GLOBO e goleiro Aranha, promovessem um encontro de paz entre eles. 
E publicamente ela pediria desculpas  - e ele de VERDADE   a "perdoaria".  

Afinal, o PAPA  João Paulo II perdoou o homem que tentou matá-lo. 

Eu sinceramente diria que talvez  fosse interessante esse  approach. 
Seria necessário que partisse dos dois clubes o Santos e o Grêmio também!  

Quero crer que nem o goleiro Aranha e nem a Patrícia soubessem exatamente o que estavam fazendo. Havia "raiva" por parte da torcida e dentro do campo. Os dois quiseram chamar atenção, pois o sangue subiu. Para isso somente a Justiça. 

Essa moça tem que ter sua punição, mas vinda da Lei e não da sociedade que é igual a ela.

O racismo existe sim, e é preciso que se bloqueie esse preconceito feio, mas com o tempo, com educação e justiça. 

Para que as coisas se mostrem evoluídas  e para que o Goleiro Aranha, mostre sua grandeza é preciso uma aproximaçao entre eles e o pedido  público de que parem com essa raiva. 

Somente assim entendo que haja mudança. 
Desta forma, Patrícia voltará a viver um pouco mais em paz e sua família idem, que diga-se de passagem não tem que sofrer por seus atos, basta a pressão da mídia.

Parem tudo, enquanto há tempo!

Paz para todos os que tem amor dentro de seus corações e aos que não sabem o que é isso, a calma!









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pílula Anticoncepcional - Assassina!

Entrevista com Sérgio Viotti

Saturno, também na malha de Gianlucavacchi!