terça-feira, 25 de agosto de 2009

Roger Abdelmassi, entre o sonho e o pesadêlo

Volto com esse texto, para dizer da minha indignação a respeito do comportamento desse homem que acabou sendo julgado por 278 anos de prisão e está “sumido” desde 6 de janeiro de 2011. Lamentável.
Infelizmente as notícias que nos chegam esses dias por meio da mídia, indicam que perdemos um grande cientista, para mim, um tarado, doente, porém -direcionado, esperto! Pelo que me consta, com os “famosos” que ele atendeu, e não foram poucos, só serviram de vitrine para ele se projetar. Interessante, que nenhum desses deu depoimento que viesse de encontro com os mais de 50 que mulheres comuns corajosamente o fizeram. Parece que aos comuns, tratamento comum - o de tarado, o mau. Às celebridades, a fama! O prestígio! O privilégio do tratamento VIP.
Louco? Não... não.
Começa aí, se for julgado e culpado por estuprar mulheres, a complicar sua vida - a vida de Dr. Roger Abdelmassih, se fosse doença, ele não escolheria a dedo suas vítimas.
Depois uma coisa leva a outra e pensamos:
Para ganhar dinheiro, fazia quantas tentativas até a pessoa engravidar?
Cobrava por tentativa? Quem disse que desde a primeira, ele fazia o procedimento correto? Afinal, um cientista tem nas mãos o domínio de tudo.

Infeliz o comentário dele na VEJA, quando diz que recebeu uma carta de uma mulher apaixonada! O que isso tem com toda a história que é extremamente séria, triste e infeliz?! E a ÉTICA?

Infeliz também, dizer que a anestesia que aplicava nas mulheres, podia provocar vontade sexual nelas. 

Nada justifica sua atitude, caso tenha cometido algo de errado e, diante de 56 testemunhas, fica difícil negar. Os relatos de todas são muito parecidos.
Estranho também, imaginar que ele pudesse usar um esperma do banco de seu laboratório, sem o consentimento da mãe, ou do pai – do casal. A pergunta é: Caso essa criança no futuro tivesse algum problema de saúde ou a necessitasse de sangue dos pais, da medula, etc... Essas combinações não bateriam? Claro que não! E o sonho que já foi tão difícil, e muito caro... acabaria como? Há que se ter consciência de tudo que se faz, ou não?

Caso acontecesse comigo, a primeira providência seria fazer um DNA e saber se o filho era meu e do meu marido.
Só não acredito que a demência de uma pessoa, que a meu ver nesse caso é direcionada e safada, admitia que ele tivesse relações com mulheres a ponto de deixar nelas, seu esperma. Ele surtou, pirou! No entanto, sabia muito bem a forma de ação que praticaria nelas para que não tivesse o perigo de gerar um filho seu.
Ele foi cuidadoso... Se bem que os filmes de Hollywood mostram que os cientistas são loucos pra criar outros seres à sua imagem e semelhança… Portanto, todo cuidado é pouco.

Muito medo, e muito a lamentar por todas que não tiveram coragem de desmascarar esse homem competente, envolvente, e famoso criador de criaturas na reprodução assistida.
Que Deus ilumine a Justiça do nosso país, e que julgue esse caso, à LUZ da verdade! E se ele for culpado, que pague por tudo que cometeu de errado, afinal, os homens matam os homens… e agora é a vez dele ser julgado.
Fica a lição aos maridos, mães e amigos. Sempre que forem aos médicos, acompanhem seus queridos!


quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Já tomou seu remédio hoje?

Meus queridos, recebi o e-mail com a indicação desse remédio milagroso - que todo brasileiro precisa tomar sua dose diária! Roy Lacerda, muito obrigada por me ensinar o caminho das pedras, eu já estava morrendo, não fosse você!!

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Momento Cultural, lançamento de livro

"AS MULHERES FRANCESAS ENGORDAM E AS OUTRAS TAMBÉM!!"

Pois é, meus amigos!
Dia 13 de Agosto será o lançamento do livro do endocrinologista - Antonio Carlos Nascimento, na chiquérrima livraria da Vila no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, no bairro do Morumbi.

O lançamento está previsto para às 18hs30 e por lá o escritor receberá os amigos até às 21 horas.
O endereço é na Av. Magalhães de Castro, 12000, o telefone é 3755-55-11. Na verdade essa avenida é a Marginal. O shopping é lindíssimo e além do motivo - livro, você poderá conhecer mais um espaço belíssimo da nossa cidade de São Paulo.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

O Ser Humano e o Amor


Eu recebi um e-mail muito legal que me chamou a atenção mais uma vez, para o comportamtento humano. Ah, isso me facina!!

Logo de cara, leio sobre a famosa AIDS, que matou muita gente, e ainda mata, e as pessoas não usam camisinha. As notícias são instáveis, ora a estatítica está administrada, ora sobe de vez e nos assusta com os números escandalosos de contaminação, quando com o simples uso da camisinha, tudo isso estaria praticamente resolvido.

No caso da Malária, idem. Vacina e alguns mosquiteiros, com mais alguns cuidados básicos, ela seria praticamente zerada.

O Sarampo, pneumonia e outras doenças, também poderiam ser evitadas, - as vacinas existem e não são caras. Mas elas rondam nossas vidas como um espírito do mau que não se liberta.

Muita gente morre de gripe há anos e anos. Mas agora há uma pandemia... Pintou a gripe Suína. Se você procurar máscara, ou o álcool com gel para desinfetar suas mãos, não vai encontrar em lugar nenhum. Vai entender... Dizem as más línguas que tem outros interesses aí que para variar estão distantes de nós.

Mas o que me trouxe aqui, não foi nada de ruim, foi apenas para lembrar que quando estamos apaixonados, querendo alguém, isso é muito bom! Nos envolvemos tanto, que esquecemos de usar a bendita camisinha, sentimos cheiro de fruta, de perfume próprio, e criamos mil fantasias divinas! Nem nos damos conta, que o outro pode não ser exatamente aquilo que imaginamos, e que portanto, temos que nos cuidar e sempre!

O grande lance, é acreditar que viver um amor é sempre delicioso - apesar de causar um tremendo terremoto na nossa vida, ainda que seja na sua alma, no seu interior, - muitas vezes velado e só no seu corpo... Alguém de fora sempre percebe um certo brilho no seu olhar, a melhora da pele e o modo de viver cantando... Como a música típica do nordeste brasileiro, mas que com tamanha simplicidade fala desse amor tão bom...tão meu, tão seu...

Vamos dançar? AH! coloque a camisinha rsrsrs